quinta-feira, 1 de julho de 2010

Respiro

Outras pessoas... Outros gestos, afetos e cheiros.
Às vezes protagonizo as cenas, às vezes sou coadjuvante, às vezes sempre me esqueço que histórias tem sempre finais. Mas não existem palcos, não existem cenas.
Respiro, repito, não minto: A verdade é que eu nada sei sobre verdade, nada sei sobre finais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário